AGU e Anvisa derrubam liminar que permitia comercialização de cigarros aromáticos
A liminar era favorável ao Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco, que questionou na Justiça a resolução da Anvisa que proíbe aditivos aromáticos na composição dos cigarros. A decisão favorável isentava os fabricantes de sansões e tributações por
2013-03-01