O Movimento para a Unidade e a Jihad na África Ocidental anunciou nesta segunda-feira (14) que vai atacar o ‘coração’ da França. O grupo fez a ameaça três dias após as forças francesas terem iniciado uma ofensiva no norte do Mali. A região estava sob poder de rebeldes armados há nove meses.