A imprensa divulgou nesta quinta-feira (17) que 30 argelinos e 15 estrangeiros que ficaram sob poder de islamitas radicais na Argélia conseguiram escapar. Os reféns estavam em um campo de exploração de gás. O local foi cercado pelo exército.