O líder islamita Abdul Quader Molla foi condenado nesta terça-feira (5) à prisão perpétua em Bangladesh. Ele é acusado de homicídio em massa e crimes contra a humanidade na guerra de independência do Paquistão – que originou o país, em 1971.