A Rússia recorda, nesta terça-feira (05), o 60º aniversário da morte do ditador soviético Josef Stalin, dividida entre os que o consideram um tirano que matou milhões de pessoas e aqueles que o consideram um herói que levou a URSS à vitória na Segunda Guerra Mundial e a transformou em uma superpotência.