Pelo menos 88 pessoas morreram em outubro na onda de violência entre budistas e muçulmanos no oeste de Mianmar, segundo as autoridades birmanesas. Os confrontos estão provocando o êxodo de mais de 26 mil pessoas, de acordo com a ONU, que está preocupada com a falta de recursos para ajudar as vítimas da região.