A noite de segunda-feira (5) e a madrugada desta terça foi de mais violência em São Paulo. O saldo foi de nove mortes - entre elas, a de um filho de um ex-policial da tropa de elite. Para enfrentar o crime organizado, União e Estado anunciaram uma parceria na área da inteligência.