Milhares de muçulmanos radicais manifestaram nesta sexta-feira (9) no Cairo para pedir a implementação da sharia, a lei islâmica. A nova constituição do Egito ainda está sendo rascunhada pelo atual governo do presidente Mohamed Mursi.