As ordens de despejo de proprietários inadimplentes vão ser suspensas por dois anos na Espanha, segundo anunciou nesta segunda-feira (12) a Associação Espanhola de Bancos. A decisão foi motivada por uma onda de protestos no país