Apesar dos recordes sucessivos na produção da safra brasileira, o setor agrícola é o mais castigado pela má e insuficiente aplicação dos recursos públicos em obras de infraestrutura e logística.